top of page

Prémio Alumni do Ano 2022

No próximo dia 24 de Novembro, vamos entregar o Prémio «Alumni do Ano 2022». Este visa reconhecer e premiar o trabalho realizado pelos alumni no último ano. Quem decide quem será o «Alumni do Ano» é você mesmo.


Francisco Gomes da Silva, Manuela Branco e Pedro Baptista são os tres nomeados para este ano, tendo-se em conta o seu percurso profissional e o destaque que obtiveram, particularmente em 2022.


Para decidir o Alumni do Ano, o teu voto irá ser crucial. Se és membro da alumnISA irá receber brevemente um link para participar nesta votação.


Torna-te membro da alumnISA e vota!


 

Licenciado em Engª Agronómica pelo ISA, DAA em Viticultura e Enologia pela École National Superieure Agronomique de Montpellier e Enólogo pela École Superieure d’Oenologie de Montpellier, iniciou a sua actividade profissional como técnico num projecto de investigação sobre o efeito da rega da vinha na qualidade do vinho.

Enólogo, Director Agroindustrial e Membro do Conselho Executivo da Fundação Eugénio de Almeida, instituição onde iniciou funções em 1997 na área da viticultura, assumiu, em 2004, a responsabilidade da enologia na Adega Cartuxa onde são produzidos vinhos de reconhecidas marcas como EA, Cartuxa e Pêra-Manca. É ainda responsável pela enologia na Tapada do Chaves desde 2017.

Desde o ano 2001 tem colaborado, enquanto consultor, em diversas explorações vitivinícolas no Alentejo e região de Lisboa, assim como com várias associações e organizações profissionais, de onde se destacam a ATEVA, a CVRA, o CEPAAL e a Casa do Azeite.

De entre as distinções que tem recebido, destacam-se a de Enólogo do ano, em 2009 pela Essência do Vinho, e em 2019 pela Revista Grandes Escolhas, o prémio de Excelência Carreira pela Mais Alentejo em 2018, e o de Profissional do Ano 2020 pelo Rotary Clube de Évora.  


 

Doutorado em Agronomia, pós-graduado em Ciências Empresariais tendo se Licenciado em Engenharia Agronómica, com a especialidade de Economia Agrária e Sociologia Rural em 1987. Desenvolveu a sua carreira académica no Instituto Superior de Agronomia desde 1987 onde detém atualmente o cargo de Professor Associado nas áreas da Gestão e Economia. É sócio fundador e Diretor-Geral da Agroges e desempenha funções de administração e direção em várias sociedades do sector agrícola. Integra também o Observatório para a Agricultura da SEDES.  Para além da relação quase-permanente com o ISA e com a Agroges, ao longo da sua carreira desempenhou ainda diversas outras funções nomeadamente, Secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural e Diretor-Geral da Biond-Associação das Bioindústrias de Base Florestal. A sua passagem pela Biond ficou marcada por uma profunda transformação, afirmação e reposicionamento desta, enquanto Associação das Bioindústrias de Base Florestal de Portugal o que espelha bem o futuro e a relevância deste sector. Participou como orador em diversos seminários e conferências e publicou diversos artigos e capítulos de livros, nos domínios da Economia das Fileiras de Base Agrícola e Florestal. Tem sido sempre uma voz ativa na defesa deste sector e da sua importância para a economia portuguesa e europeia.


 

A Professora Manuela Branco é Doutorada em Biologia Aplicada, Mestre em Probabilidades e Estatística e Licenciada em Silvicultura. Seguiu a carreira académica no Instituto Superior de Agronomia onde detém atualmente o cargo de Professor Associado. Neste âmbito, desenvolveu atividades de investigação, ensino e prestação de serviços nas áreas de ecologia, entomologia e proteção florestal. Participou e liderou projetos de investigação a nível nacional e internacional, e foi co-autora de 112 artigos científicos e mais de 25 livros e capítulos de livros. Em 2022 a International Union of Forest Research Organizations (IUFRO) atribui-lhe o Prémio “George Varley Award – For achievement in Forest Insect Ecology”, tendo sido a primeira mulher a receber este prémio. 


 

bottom of page